Colégio Sete de Setembro - Paulo Afonso - Bahia

Busca Buscar
Educação Infantil

Ludicidade Infantil: tudo o que você precisa saber

- Dep. Comunicação

Durante a infância, as brincadeiras fazem parte do processo de construção do conhecimento e visão de mundo, além de despertar as crianças para terem olhares diferentes sobre o que vivenciam.

Ser criança é uma aventura a cada instante! E aliar toda essa criatividade ao processo de aprendizagem é o objetivo da ludicidade infantil cada vez mais presente nas escolas. Na Educação Infantil, o brincar proporciona à criança o estabelecimento de regras constituídas por si e em grupo, contribuindo na integração do indivíduo na sociedade.

Assim, os pequenos resolvem conflitos e ampliam seu repertório de conhecimento, ao mesmo tempo que criam a capacidade de compreender pontos de vista diferentes, fazer-se entender e demonstrar sua opinião em relação aos outros.

O que são atividades lúdicas?

Sabe aquelas atividades que fazem parte do universo das crianças? Jogos, brincadeiras, atividades livres e espontâneas? Isso é ludicidade infantil! Elas não só educam como também representam uma maneira dos pequenos se expressarem, como uma forma física e mental de desenvolver habilidades sociais, emocionais e cognitivas.

As brincadeiras fazem parte de quase a totalidade da mentalidade das crianças e, por isso, a diversão deve, sim, ser utilizada de maneira inteligente para estimular o aprendizado, seja na escola, seja em casa.

Porém, é na escola que os pequenos aprendem brincando, ao mesmo tempo em que compartilham suas experiências com os outros colegas - logo, eles aprendem não só a dividir o espaço, mas também a ouvir e respeitar diferentes visões e opiniões.

A Educação Infantil é um período fundamental no que diz respeito ao desenvolvimento e aprendizagem. É por isso que a ludicidade infantil é tão importante: atividades lúdicas prendem a atenção e mantêm a criança focada de maneira muito mais eficaz.

É aí que entra, também, a importância da figura do professor como mediador. Afinal, é ele que organiza as atividades, o tempo, o espaço e enriquece a rotina dos estudantes, além de acompanhar o desenvolvimento individual de cada um.

 

Conheça algumas atividades lúdicas

  • Oficina de fantoches

Com rolos de papel-higiênico ou papel toalha cortado ao meio (ou até pacotes para pipoca), mais canetinhas, giz de cera, pedaços de lã, cola branca e enfeites, é possível criar fantoches divertidos com as crianças e depois montar até um teatro.

  • ABC das frutas

Essa atividade é rápida e dinâmica. Para começar, o professor cita as letras do alfabeto, uma a uma, e aguarda as respostas das crianças, que devem falar o nome de frutas que iniciem com a letra indicada. Exemplo: letra “A”: abacate, abacaxi; letra “B”: banana, butiá; letra “C”: caju, coco.

Assim sucessivamente até o fim do alfabeto. Essa atividade é uma das preferidas das crianças, pois elas podem falar à vontade, ao mesmo tempo em que descobrem novos nomes e a existência de inúmeras frutas, o que enriquece o vocabulário. O ABC também pode ser adaptado a outros temas, como animais, flores, nomes de pessoas, partes do corpo, etc.

  • Eu sou eu, e você é você

Nessa atividade, cada criança deve deitar em cima de pedaços grandes de papel kraft. O professor, então, desenhe a silhueta de cada uma delas e entrega de volta, para que elas possam completar com olhos, boca, nariz, roupas e o que mais elas acharem importante.

  • Jogo de adivinhação

Para essa atividade, o educador seleciona uma criança por vez e a leva para fora da sala, citando um verbo, como “gritar”, “pular”, “correr” e, então, pedir que a ela represente a ação aos colegas utilizando gestos e expressões faciais.

O primeiro aluno que acertar a palavra misteriosa será convidado a sair da sala para fazer a próxima mímica ao restante da turma. Essa atividade é interessante porque faz com que a criança aprenda a se expressar de maneiras diferentes da fala.

  • Oficina de carimbos

Toda criança gosta de carimbos personalizados, seja para colorir ou para enfeitar seus materiais escolares. Se puderem criar seus próprios modelos, então, é uma festa só! Para fazer isso, é só providenciar um pouco de EVA e itens básicos como lápis, tesoura sem ponta e tinta.

As crianças, então, podem desenhar figuras como flores, animais e bonecos no EVA e depois recortá-las. Em seguida, mergulham cada molde na tina e pressionam sobre a superfície desejada para carimbar.

Essa atividade estimula a criatividade e ainda deixa os pequenos orgulhosos com suas criações!

 

 

Ludicidade infantil torna as crianças mais felizes e autônomas!

Ao longo do processo de crescimento e desenvolvimento infantil, cada brincadeira tem sua importância. Imaginar, criar, falar, representar, seja por meio de desenhos, gestos ou textos, funcionam como estímulo e a prática da ludicidade infantil permite que a criança tenha contato com regras, enfrente desafios, monte estratégias, explore ambientes e pratique a concentração.

Tudo isso ajuda no desenvolvimento, de maneira geral: motor, físico, emocional, cognitivo e intelectual. O importante é oferecer uma variedade de práticas que possam formar crianças mais felizes e preparadas para viver de maneira saudável na sociedade.

Conheça mais sobre a Educação Infantil do Colégio Sete de Setembro!

Leia Mais

1 até 9 de 196 Próximo »   Fim »
CERSPA Centro Evangélico de Recuperação Social de Paulo Afonso. Entidade mantenedora do Colégio Sete de Setembro e Espaço Social. Espaço Social Investimento socioeducacional do grupo de ensino Sete de Setembro UniRios Centro Universitário do Rio São Francisco. Instituição de Ensino Superior privada de Paulo Afonso - Bahia.